Episódio de CSI inspirado na Boate KISS vai ao ar hoje

January 27, 2014

por: Laís Menini

em: CSI

Torch Song

A inesquecível tragédia na boate KISS, em Santa Maria (RS) completa hoje um ano, mas não deve ser lembrada apenas pelos brasileiros. O acidente teve repercussão no mundo inteiro, e exatamente hoje vai ganhar um episódio em CSI, baseado no incêndio que vitimou 242 jovens.

De acordo com a roteirista Liz Devine, “Torch Song”, o terceiro episódio da 14ª temporada de CSI, ilustra quase que totalmente a tragédia do Rio Grande do Sul. Na série, a equipe criminal investiga um acidente em uma casa noturna causado por faíscas de um show pirotécnico, com quatro mortes, sendo duas pessoas membros da banda que se apresentava no local. Exatamente como no estado gaúcho, faíscas atingem a espuma que reveste o teto do local, causando um incêndio instantâneo.

O Brasil nas Séries

CSI não é a primeira série a exibir o Brasil em um de seus episódios, mas é a primeira a repercutir quase que fielmente um evento brasileiro que atingiu proporções mundiais. Na grande maioria das vezes o país é retratado de forma mais coloquial, como no polêmico episódio de Os Simpsons em que a família se depara com macacos na rua, ou em referências bastante brasileiras, como música ou depilação.

torch song CSI baseado em incêndio na boate KISS

De forma geral, nosso país é considerado um bom conteúdo para os roteiristas. E é bom que um episódio como esse de CSI inspirado na Boate KISS seja exibido para o mundo todo e tenha chances grandes de repercussão. Afinal, pelo menos por aqui, parece que governantes e empresários não aprenderam a lição de casa: nossas casas noturnas ainda são bastante inseguras, do ponto de vista estrutural, e o país parece ansiar por uma nova tragédia.

Só espero estar bem errada. E que o episódio de hoje de CSI seja bom!

Sobre: Laís Menini

Laís Menini é amante do bom futebol, da boa cerveja e criadora do Sérieterapia. Viciada em histórias televisionadas desde sabe-se lá quando, acompanha mais de 40 séries e é igualmente compulsiva com livros. Nas horas vagas, é diretora executiva na empresa Tea With Me.

Comentários:

Leave a Reply

''